Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página
ASSISTÊNCIA EM SAÚDE

Atendimento em casa: 410 novas equipes habilitadas

Escrito por amanda.mendes | | Publicado: Sexta, 03 de Janeiro de 2020, 17h05 | Última atualização em Sexta, 03 de Janeiro de 2020, 17h21

Serão beneficiados 210 municípios de 21 estados com um incremento de R$ 160,4 milhões

Os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com impossibilidade ou dificuldade de se locomover até uma unidade de saúde passam a contar com mais 410 equipes de profissionais especializados no tratamento em casa. A novidade beneficia 210 municípios de 21 estados com um incremento de R$ 160,4 milhões repassados aos estados e municípios.

O objetivo da ação é reduzir a demanda por atendimento nos hospitais, evitando as internações e reinternações, bem como diminuir o tempo de permanência de usuários internados no SUS. Dos 210 municípios que receberam o benefício, 178 estão sendo habilitados pela primeira vez na modalidade de atenção à saúde, com atendimento especializado para pacientes domiciliados.

Confira a portaria com a lista dos municípios

Com as novas habilitações, o país passa a contar 1.157 Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP). As EMADs são formadas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que ofertam um suporte médico completo aos pacientes que estão acamados. Já as EMAPs têm composição mínima de três profissionais de nível superior, escolhidos entre oito diferentes ocupações: assistente social; fisioterapeuta; fonoaudiólogo; nutricionista; odontólogo; psicólogo; farmacêutico e terapeuta ocupacional.

As habilitações trarão maior qualidade de vida para as pessoas que precisam de cuidados e acompanhamento de saúde, como as acamadas, por exemplo, que podem se beneficiar de um tratamento domiciliar, ao invés de permanecerem em internações hospitalares. O serviço é caracterizado por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças, além de reabilitação com garantias da continuidade dos cuidados.

Por Roberto Chamorro e Amanda Mendes, da Agência Saúde
Atendimento à Imprensa
(61) 3315-2351 / 3580

Fim do conteúdo da página