Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

MS participa de mutirão de cirurgias oftalmológicas em indígenas de Roraima

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Sexta, 22 de Novembro de 2019, 13h08 | Última atualização em Sexta, 22 de Novembro de 2019, 16h57

Ação cirúrgica “Olhos de Makunaima” atendeu 145 pacientes do DSEI Leste de Roraima

A Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde realizou 165 cirurgias oftalmológicas entre os dias 6 e 16 de novembro na ação chamada “Olhos de Makunaima”. A iniciativa aconteceu em parceria entre Ministério da Saúde, DSEI Leste de Roraima, Associação Médicos da Floresta - AMDAF, Secretaria de estado da Saúde de Roraima - SESAU, Exército Brasileiro de Roraima, Universidade Federal de Roraima e Conselho Distrital de Saúde Indígena Leste de Roraima.

As cirurgias foram realizadas no Hospital Geral de Roraima e os procedimentos pré e pós cirúrgicos na Casa de Saúde Indígena - Casai do Leste. Ao todo foram atendidos 145 indígenas das etnias Macuxi, Wapichana, Ingaricó, Wai Wai, Taurepang e Patamona, Yanomami, que foram submetidos a 165 Procedimentos Cirúrgicos, sendo 133 cirurgias de Catarata e 32 de Pterígio.

Toda a ação foi dividida em 3 etapas. A primeira etapa incluiu todos os atendimentos e exames pré-cirúrgicos, a segunda, as cirurgias e a terceira foi o acompanhamento pós cirúrgico dos pacientes na Casa de Saúde Indígena Leste de Roraima. Todas as atividades foram desenvolvidas com equipe multidisciplinar do DSEI Leste, AMDAF e a SESAU, envolvendo cerca de 170 profissionais entre enfermeiros, médicos, psicólogos, serviço social, nutricionistas, técnico de enfermagem, apoiadores, voluntários acadêmicos, motoristas, cozinheiros, agentes indígenas de saúde e lideranças indígenas.

A secretária especial de saúde indígena do Ministério da Saúde, Sílvia Waiãpi, visitou o hospital em que estavam sendo realizadas as cirurgias e fez questão de agradecer aos profissionais."A união de todos os envolvidos fortalece e amplia a saúde indígena e quem ganha são os povos indígenas. Esperamos conseguir promover mais parcerias como essa", elogiou Sílvia Waiãpi.

Por Murilo Caldas, do Nucom SESAI
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Fim do conteúdo da página